quinta-feira, abril 08, 2010

O CANTO DA LENHA

Ouço o canto da lenha
crepitando lenta na lareira
E no calor da chama da fogueira
Descanso o corpo lasso
no manso balanço da cadeira

O inverno que agora chega
aconchega minha alma
e na janela suada
de sereno e geada
sinto o frio da madrugada.

Ferve a água da chaleira
trazendo o vapor sala adentro
na xícara preparo a infusão
e o aroma de maça e canela
perfuma o ar e afasta a solidão.

No manso balanço da cadeira
ouço o canto da lenha
crepitando na lareira

((•)) Ouça este post

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails
Ocorreu um erro neste gadget