terça-feira, setembro 15, 2009

SENTA AQUI, AMOR!


Senta aqui, amor!
Nessa relva orvalhada pelo sereno da madrugada,
vem abraçar sua eterna namorada;
vem partilhar esse momento em que o firmamento
adormece a Lua e acorda o Sol;
silenciando prantos,
anunciando encantos.

Senta aqui, amor!
palavras agora são mortas;
vem ouvir o silêncio no vento;
brisa fresca da manhã
acariciando nossos cabelos.

No horizonte, a passarada canta o novo dia pululando os céus de poesia.

Senta aqui... meu grande amor!
pois, sem você... esse deslumbramento perde seu valor.


OUÇA ESSE POEMA EM ÁUDIO:
http://recantodasletras.uol.com.br/audio.php?cod=21849

((•)) Ouça este post

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails
Ocorreu um erro neste gadget